quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Louvor conforme a Excelência de Deus!

"...Louvai-o conforme a excelência da Sua Grandeza." (Salmo 150:2b)

Nosso louvor tem que ser à altura de Deus (ao Seu nível, como Ele é Merecedor, Digno). Nenhum de nós somos capazes de louvá-lO desse modo. Alcançamos essa capacidade quando nos submetemos ao Espírito, pois Ele conhece o Caminho pra se chegar ao coração do Pai e ser aceito.

Tão importante quanto termos a capacidade para louvar a Deus é a eficácia do nosso louvor (atingir o objetivo). Além de agradarmos a Deus, o louvor é instrumento de libertação, transformação, restauração.

Temos sim de nos dedicar ao aperfeiçoamento do nosso louvor. No geral, louvar é elogiar, enaltecer as qualidades e virtudes de alguém. E a música é apenas uma das formas de louvar a Deus.

Quando O louvamos através da música, temos que ter a preocupação de estudar ao menos o mínimo que podemos para dar o melhor a Deus (Isso não é obrigatório). Nunca devemos pensar que sabemos o suficiente ou que temos mais conhecimento que os  demais (podemos até tê-los, mas não deve ser motivo de orgulho, soberba). Humildade sempre!

Imaginar que Deus é Digno de um louvor à Sua altura chega a ser aterrorizante. Somos pecadores demais, temos defeitos demais pra louvar a um Deus que é tão Santo. Mas, se vivermos debaixo do Sangue de Jesus - que nos purifica de todo o pecado, - o Espírito nos guiará e nos ensinará a dar um louvor pefeito pro Senhor.

Louvá-lO não é apenas dizer algumas palavras, cantar uma música, tocar um instrumento ou dançar. O louvor começa no interior do adorador. Para isso, tem de haver santificação, consagração, separação do pecado. Quem vê a aparência pode até não perceber, mas Deus enxerga nosso íntimo. E se estamos louvando a Ele, não adianta mentirmos. Será perda de tempo e Ele não receberá.

O perfeito louvor não tem nada a ver com estar bem vestido, bem calçado ou ser bom. O perfeito louvor não tem nada a ver com nossas emoções ou só em termos recebido alguma bênção. Porque  Deus é Deus em todo tempo: quando estamos bem ou mal vestidos; bem ou mal calçados; se recebemos uma bênção ou não; se somos bons ou não; e, ainda, se estamos saudáveis ou não.

Se Ele não muda, por que nosso louvor a Ele muda?

"O louvor que está firmado em nós é inconstante, mas o que está firmado em Deus é o melhor e perfeito em todo tempo!" 

Nenhum comentário: